O drama se aproxima…

08/11/2011 by arcabrasil | Filed under Controle populacional de cães e gatos, Cão e Gato, Dicas/ Lazer.

As estatísticas comprovam o que os protetores já conhecem – o aumenta do abandono durante as férias.

Por VANESSA GONZALEZ

Nem o espírito natalino é capaz de camuflar a pior época para a proteção animal. Passam os anos, mudam os focinhos, mas o drama é sempre o mesmo. São milhares de cães e gatos que “ganham de presente” o abandono e a negligência de seus tutores durante as festas e as férias de início de ano.

Os números são assustadores. Um levantamento feito pela ARCA Brasil- Associação Humanitária de Proteção e Bem Estar Animal apontou um crescimento de 70% nos emails e telefonemas relacionados ao abandono de animais entre os meses de dezembro de 2010 e janeiro de 2011, em comparação a outros meses deste ano.

O Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo (CCZ-SP) também sente as consequências dessa época do ano. “Em novembro e dezembro sempre cresce o número de abandonos e devoluções dos animais adotados”, afirma a responsável pela área de adoção do CCZ, Simone Grigalevicius.

O Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo (CCZ) também sente as consequências da época. “Em novembro e dezembro sempre cresce o número de abandonos e devoluções dos animais adotados”, afirma a responsável pela área de adoção do CCZ, Simone Grigalevicius.

Nada justifica o abandono – crime previsto em lei, afinal, o tutor responsável deve planejar e incluir o animal em todos os momentos de sua vida. Se você não pode arcar com essa responsabilidade, não está apto a ter um animal.

Opções para todos os bolsos
Alegar falta de informação, de dinheiro ou de tempo não é mais desculpa. Hoje em dia quem procura encontra muitas opções para hospedar o animal com segurança. São hotéis, serviços personalizados e até vizinhos e amigos que se dispõem a cuidar dos peludos.

Há quatro anos a família Frediani viaja tranqüila e o melhor, garante ótimas férias para o sapeca dálmata. “O hotel que o Cuca fica tem ótima estrutura, conta com assistência veterinária e cobra um preço justo”, conta a professora universitária, Yone Frediani.

Antes de escolher, vale a pena conhecer o lugar, levar o animal e até propor um teste. Nessa hora deixe a preguiça de lado, pesquise e seja criterioso.

Em Cotia, município a 34 km de São Paulo, fica o Dog World, uma escola de agility, obediência e hotel. Considerada uma colônia de férias, oferece um ótimo espaço, assistência veterinária, socialização aos mais anti-sociais e monitores capacitados. As diárias variam de acordo com a fidelidade e a quantidade de dias.

Atualmente a Dog World oferece lar transitório para cerca de 50 animais. A estadia é paga, mas o valor é bastante acessível. “Cuidamos e socializamos os animais, dessa maneira eles têm mais chances de serem adotados.”, explica o veterinário e proprietário, Dan Wroblewsky.

Agora, imagine poder hospedar seu amigão em uma casa onde todos são apaixonados por animais? Esse é o perfil da Gaia Dog House, criada há 3 anos pela administradora Helena Nicoli Pinheiro e por sua filha, Amanda Nicoli Pinheiro. Apesar de mais informal, sem veterinário responsável, o espaço oferece um serviço personalizado e cheio de mimos.

“As pessoas que nos procuram tratam os animais como membros da família, buscam um ambiente agradável, passeios diários, liberdade e contato com outros cachorros e pessoas.”, explica Helena Pinheiro.

Helena relembra que no último Natal a família abrigou oito caminhas dentro de casa. “Esses nossos amigos precisam da mesma coisa que nós, a certeza de uma companhia e muito amor.”, finaliza.

Avalie o que for melhor para o seu cão e garanta a tranqüilidade da família inteira. Não deixe para última hora, todos os entrevistados avisaram que as reservas já começaram!

Atenção: não deixe de identificar o seu animal com um microchip e o RGA. Essa atitude será essencial para encontrá-lo em caso de perda ou fuga.

Mais informações:
Dog World
Hotelzinho GaiaDogHouse

Leia mais: Especial Superpopulação e Abandono

10 Mandamentos da Posse Responsável de Cães e Gatos

Como acabar com as mortes de cães e gatos no Brasil

Castrar é preciso; mas exige cuidado e atenção

Abrigos: solução ou parte do problema?

Quem ama identifica!

Adoção, sempre. Mas com critérios


Tags: , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*