Os números do abandono no final e começo de ano

20/12/2013 by arcabrasil | Filed under Controle populacional de cães e gatos.

Especial: Os bichos no final de ano

Nem mesmo o espírito natalino esconde a triste realidade dessa época para muitos animais

Sempre que analisamos os relatos recebidos pela ARCA temos a esperança de que os registros de situações ligadas ao abandono, no final e início de ano, diminuam. Infelizmente, comparado ao último levantamento, os resultados são ainda mais preocupantes.

Os números apontaram 79% mais registros, um aumento de 9% em relação à última medição, feita em 2011. O método foi o mesmo em 2013, comparamos o mês de janeiro – sempre com maior volume – com setembro, mês considerado neutro.

Os motivos não variam muito: “Acordei de manhã e encontrei um cão abandonado em frente ao meu portão…”; “Vou me mudar para um apartamento, e lá não aceitam animais…”; “vou viajar e não tenho onde deixar meu animal, preciso de um novo lar para ele…”; entre muitos outros.

Nada justifica o abandono, um crime previsto em lei. Ao levar um cão ou gato para casa assumimos o compromisso de zelar pelo bem-estar do bicho por toda a sua vida. “Ele jamais faria o mesmo, independente da situação. Ao contrário, ofereceria seu amor irrestrito.”, diz Marco Ciampi, presidente da ARCA Brasil.

O fato de a ONG ser um dos primeiros resultados em buscadores como o Google para vários temas pode ser o principal motivo do elevado número de relatos, que apenas confirmam o que a sociedade já sabe. De acordo com o setor de adoção do CCZ-SP (Centro de Controle de Zoonoses), os meses de final e começo de ano é um período crítico, pois, além do abandonos, cresce o número de devoluções de animais adotados.

Desde que foi criada, em 1993, a ARCA se dedica a projetos pioneiros de controle populacional e redução do abandono – hoje replicados em diversos municípios, incluindo a cidade de São Paulo –, à realização de Congressos e treinamentos que têm colaborado para fortalecer a prática da guarda responsável e o vínculo homem-animal.

Confira o Especial Superpopulação e Abandono.

Encontrou um animal abandonado? Saiba o que fazer.


Tags: , ,

One Response to “Os números do abandono no final e começo de ano”

  1. Marcos de Almeida Botelho disse:

    Para mim são todos criminosos porque um animal é uma vida.Se você MELIANTE TRAVESTIDO DE CIDADÃO porque tomoou o animal para criar se não gostava.Odeio quem maltrata os animais quem quer que seja para mim não passa de bandido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*