Os animais [mais do que nunca] precisam do seu voto!

29/09/2016 by arcabrasil | Filed under Dicas/ Lazer.

Olho nos CÃOdidatos deste ano

Você é fundamental para os avanços que o seu município pode implementar nas questões que dizem respeito aos animais. A atenção na hora de escolher prefeitos e vereadores, no próximo dia 02 de outubro, pode significar melhorias importantes, como as delegacias especiais para investigação e combate aos crimes contra não-humanos, incluir no orçamento programas de controle populacional (castração), impor limites à circulação de carroças, entre outros projetos que surgem na lista de promessas de candidatos.

Muitos deles miram os votos dos guardiões se passando por protetores, por isso conhecer o perfil dos candidatos é a melhor maneira de não cair em má fé nesta eleição. Com o propósito de ajudar os nossos seguidores a votarem de forma consciente este ano, organizamos alguns pontos abaixo:

1. Pesquise.
Se pensa em votar em alguém que nunca ocupou um cargo público, tente descobrir o máximo de informações sobre a vida pregressa do candidato. O que ele fazia antes? Existem indícios de que tenha, de alguma maneira, desrespeitado a vida animal?

Agora, se estiver pensando em dar o seu voto a um político que busca se reeleger, pesquise sobre a atuação dele nos temas da proteção e do bem-estar animal. Ele votou a favor de leis favoráveis aos bichos? Apresentou projetos viáveis em favor dos animais? Ele lutou para que fossem sancionados e regulamentados? Lembre-se: sem isso os órgãos de fiscalização não podem sequer aplicar a referida lei ou imputar punições a quem desrespeitá-la.

2. Verifique o histórico do partido.
No Brasil, nós votamos nas pessoas. Mas, na prática, o voto vai para a legenda (Partido). Por isso, quando um candidato recebe muitos votos ele ajuda a eleger outros do mesmo partido. Assim, vale a pena pesquisar o histórico do partido em relação às causas ambientais e de bem-estar animal.

3. Ficha limpa: o candidato é honesto?
Não existe honestidade relativa. Ou o político é íntegro ou não haverá garantias de que ele priorize os interesses dos animais em vez de cuidar do próprio bolso. Nomes sempre atrelados a escândalos não devem receber votos – a democracia do País depende de uma seleção muito cuidadosa dos nossos representantes.

4. Controle populacional: boas intenções não bastam!
Credibilidade e conhecimento técnico. Esses são os requisitos para avaliar o tópico “castrações”, uma das principais promessas dos candidatos pró-bichos. Ninguém mais duvida que o controle populacional seja fundamental para reduzir o abandono de cães e gatos. Porém, as iniciativas nessa direção devem conter rigor técnico e estar inserida em um contexto amplo.

Examine a proposta do candidato. Seu projeto é consistente e leva em conta o tamanho estimado da população de cães e gatos da cidade em que atua? O controle de cães e gatos via castrações deve vir acompanhado de iniciativas como a identificação/registro dos animais (para coibir abandonos e assegurar o retorno do pet caso ele fuja ou se perca) e as ações educativas para a guarda responsável, além da fiscalização dos criadores e a venda de filhotes.

Nossa intenção não é influenciar o seu voto nem defender a candidatura A ou B. A ARCA Brasil é uma organização independente e apartidária, seu único compromisso é com a defesa da causa animal.


One Response to “Os animais [mais do que nunca] precisam do seu voto!”

  1. Débora disse:

    Vaquejada não é Cultura. É sofrimento.
    Não a vaquejadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*