Doe Agora

BUSCA:

 

Vermifugações nos cães


O seu amigo está exposto a inúmeros perigos invisíveis a olho nu. Vermifugar previne e protege o seu cão dessas ameaças.

A verminose é uma patologia muito comum em cães e gatos e pode ocasionar sérios problemas e até mesmo por em risco a vida dos animais.

É um perigo silencioso, muitas vezes difícil de perceber, mas muito comum nos animais de estimação.

Mesmo os animais bem cuidados estão expostos à verminose. Tanto cães quanto gatos podem se contaminar pela água, alimentos, passeios e contato com outros animais.

Algumas verminoses são transmitidas ao homem, são as chamadas zoonoses, portanto mais um motivo para manter a saúde do seu bichinho em dia.

Os filhotes de cães e gatos estão mais expostos à contaminação de vermes devido à transmissão da mãe para os bebês na hora do parto ou no momento de mamar.

Os vermes podem ser encontrados no intestino, coração, estômago, esôfago, pulmão e rins. Os mais comuns são os vermes que acometem o sistema gastrointestinal por isso os sintomas mais frequentes são a diarreia e o vômito.

Fique atento a qualquer um dos sintomas abaixo e procure um médico veterinário:

• Perda de peso
• Diarreia
• Vômito
• Dor abdominal
• Fezes moles e/ou com sangue
• Aumento de volume abdominal
• Prurido da região perianal (coceira no bumbum).
• Perda de apetite
• Atraso no crescimento: pode ser observado no caso de filhotes.
• Perda do brilho nos pelos

O exame de rotina é fundamental para que o veterinário faça um check-up no animal e diagnostique uma eventual verminose. Alguns animais não apresentam sintomas de verminose, principalmente quando a doença está no início, portanto a avaliação clínica é importante. O diagnóstico é feito após exame de fezes (exame coproparasitológico).

Esquema de Vermifugação

Os esquemas de vermifugação podem variar, portanto é importante a orientação do veterinário.

Filhotes: 1ª dose aos 15 dias de vida, com reforço após 15 dias. Após este esquema, a vermifugação é mensal, até o sexto mês de vida.

Animais adultos: a vermifugação deve ocorrer de 4 em 4 meses.

Cadelas e gatas prenhes: devem ser vermifugadas a partir de 45 dias de gestação. Posteriormente deve ser tratada simultaneamente com os filhotes, no 15º dia pós-parto.

Atualmente existem vários vermífugos no mercado, com princípios ativos diversos e diferentes formas de aplicação: comprimido, comprimido mastigável, solução oral e aplicação tópica (pipetas).

Existem também produtos combinados que além de vermifugar, combatem pulgas e carrapatos.

Caso você tenha mais de um animal em casa, sejam eles cães, gatos ou ambos, eles devem ser vermifugados ao mesmo tempo (com produto específico à cada espécie) para evitar a recontaminação.

Outra dica importante! Mantenha sempre o ambiente limpo para diminuir a reinfecção dos animais. Em casa, remova as fezes do piso imediatamente e lave o local.

Ao passear pela rua, recolha as fezes de seu animal e contribua para manter a cidade limpa, a saúde dos animais e da sua família.

 

 

 

 

 



Cadastre-se e receba informações da ARCA:

NOME:

E-MAIL:








Reprodução de conteúdos
Estimulamos a reprodução de nossos conteúdos, desde que na íntegra, com créditos para a ong, ao autor (quando houver) e link para o site da ARCA notificando para arcabrasil@arcabrasil.org.br Edições de texto devem ser previamente consultadas. Não é permitida a reprodução de fotos.